segunda-feira, janeiro 02, 2012

O que são as facetas?

Olá leitores! Este é o nosso primeiro encontro neste ano novinho que se inicia e vamos começar conversando um pouco sobre uma das formas de tratamento estético associada a duas especialidades: a Dentística e a Prótese.

As facetas correspondem a restaurações confeccionadas na porção frontal (vestibular) dos dentes, ou seja, a região que fica aparente no sorriso, com o objetivo de corrigir alterações de cor ou forma. Na confecção das facetas, haverá o desgaste de alguns milímetros desta porção vestibular dos dentes e a colocação de um material que poderá ser resina composta ou cerâmica.


As facetas de resina podem ser realizadas em uma única sessão, no consultório odontológico, pelo cirurgião-dentista. Já as facetas de cerâmica envolvem o trabalho conjunto entre o cirurgião-dentista e um laboratório de prótese, necessitando, portanto, de mais de uma sessão.

As facetas de resina composta apresentam menor custo e, devido às características do material, estão sujeitas ao manchamento e perda do brilho superficial a médio e longo prazos. Entretanto, são passíveis de repolimentos ou reparos (Vide postagem anterior intitulada "Você sabia que as restaurações precisam de manutenção?").

As facetas cerâmicas têm maior custo, pois envolvem a terceirização de serviços de laboratório. Todavia, apresentam maior tempo de vida clínico devido à estabilidade de cor, inerente a estes materiais. Nestes casos, normalmente a excelência estética também é superior, pois as cerâmicas, especialmente as de última geração, apresentam propriedades ópticas bastante semelhantes às dos dentes naturais.

Ao optar por resina composta ou cerâmica, é necessário compreender que cada um destes materiais apresenta vantagens e desvantagens. Apenas um profissional qualificado poderá esclarecer todos os prós e contras de cada um deles, bem como avaliar adequadamente o caso quanto a viabilidade do procedimento.

Uma questão é inevitável: seja a faceta confeccionada em resina composta ou cerâmica, haverá a necessidade de um preparo prévio dos dentes com o auxílio de pontas ou brocas de desgaste, apesar de já existirem técnicas e materiais recentes que diminuíram bastante o limite mínimo para desgaste dental, tornando os preparos extremamente conservadores. No entanto, ainda há a necessidade de algum nível de desgaste dental.

Caso você apresente alguma alteração de cor ou forma dental que comprometa a estética do seu sorriso, converse com um profissional qualificado sobre a indicação ou não para realização de uma faceta.

Um forte abraço e um 2012 repleto de sorrisos!!!