sábado, janeiro 28, 2012

Microabrasão do esmalte: uma alternativa para manchas dentais

Olá leitores! De volta às nossas postagens, hoje falaremos sobre uma alternativa de tratamento odontológico para a remoção de manchas dentais: a microabrasão do esmalte.

O esmalte dental pode ser acometido por manchas e um exemplo simples são os manchamentos provocados pela deposição de pigmentos provenientes da dieta (consumo exagerado de vinho tinto, açaí, café, chimarrão etc) e maus hábitos de higiene bucal. Nestes casos, as manchas são de natureza extrínseca, ou seja, estão depositadas na superfície do esmalte e normalmente podem ser removidas por raspagem dental, seguida de uma profilaxia.

Entretanto, algumas manchas dentais podem ter sido originadas a partir de um trauma dental, pela ingestão de medicamentos no período de formação dos dentes (tetraciclina é um exemplo), pela ingestão excessiva de flúor (fluorose), por desmineralização do esmalte (estágios iniciais da cárie) ou simplesmente por má formação do esmalte dental (hipoplasia do esmalte). Nestes casos, as manchas são de natureza intrínseca, ou seja, estão incrustadas no tecido e sua correção nem sempre é fácil.


Nos casos em que as manchas de natureza intrínseca são superficiais, pode-se lançar mão da técnica da microabrasão do esmalte. Nesta técnica, o profissional utiliza um agente ácido (ácido clorídrico) associado a um agente abrasivo com o objetivo de remover a camada superficial do esmalte que se encontra alterada, expondo uma porção deste tecido sadia e livre de mancha.

Com o objetivo de fazê-lo compreender melhor, caro leitor, faço uma comparação (objetivando pura e simplesmente o melhor entendimento) deste procedimento a uma espécie de "peeling". Afinal, haverá a remoção de uma camada superficial irregular e manchada, expondo uma subsuperfície livre de irregularidades e manchas.

A microabrasão do esmalte é uma técnica simples, de baixo custo, segura e que preserva a estrutura dental, pois a remoção do esmalte é imperceptível a olho nu. Contudo, o resultado final (remoção da mancha) é imprevisível. Em alguns casos, haverá a remoção completa da mancha, em outras situações uma remoção parcial, podendo, ainda, não ser obtida qualquer mudança.

Apesar da imprevisibilidade do resultado final ser uma desvantagem, muitas vezes o profissional opta inicialmente por esta técnica por ser não invasiva (preserva estrutura dental). Caso não haja resultado satisfatório e a mancha interfira negativamente sobre a estética do sorriso, o único recurso disponível é a restauração da mancha. Por isso, normalmente os profissionais preferem tentar inicialmente a microabrasão antes de optar por um procedimento mais invasivo.

Se você apresenta manchas dentais que comprometem a estética do seu sorriso, consulte um profissional qualificado para que seja diagnosticado o tipo de mancha e qual a melhor forma de tratamento para corrigi-la. Um forte abraço e bom final de semana!!!

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. A que profissional na área da dentistica tenho que ir se eu quero me fazer algum branqueamento dental?
    são bons ou fazem mal para os dentes?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mariana! Primeiramente peço desculpas pela demora absurda para responder, mas fiquei vários meses sem acessar o meu blog e só vi os comentários hoje. Bom, para fazer o clareamento dental você poderá procurar qualquer profissional da Odontologia que faça clínica geral. Todavia, a área da Dentística é a especialidade que estuda o assunto mais detalhadamente. Sucesso com o seu clareamento e obrigada por visitar o blog, tentarei atualizá-lo com mais frequência. Um abraço!

      Excluir
  3. Também sou dentista e adorei o seu blog, Simone!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada!!! Preciso postar com mais frequência.

      Excluir